Nova embalagem da Tinta Emborrachada chega ao mercado

emborrachadaProduto que tem capacidade de diminuir a temperatura e o ruído nos ambientes ganha embalagem diferenciada.

A Tinta Emborrachada Anjo é um produto base água, indicado para telhados e paredes externas e internas, que tem como principais características a redução térmica e a redução acústica, comprovadas pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Sua nova embalagem destaca seus diferenciais e é de fácil identificação.

É um revestimento elástico impermeabilizante, sua película impermeável e elástica permite acompanhar a dilatação e retração conforme a variação da temperatura. Possui excelente aderência, resistência à alcalinidade, à ação da maresia, às intempéries e sua composição antimofo garante maior durabilidade.

Os resultados dos testes realizados pela UFSC foram a diminuição de 3°C na temperatura e de 4 a 5 dBA de redução acústica, proporcionando melhorias ao ambiente.

Com a tag , | Deixar um comentário

Foco: um livro que mostra a importância da atenção

focoO livro Foco, de Daniel Goleman, é uma aula sobre a importância da atenção na vida das pessoas. O autor mostra que quanto mais foco as pessoas têm em algo, mais as chances de sucesso e de conquista aumentam. Isso parece não ser a novidade, mas as distrações que rondam as pessoas estão aumentando a cada dia, por isso é importante que cada um tenha foco no que quer e se concentre nas ações para alcançar.

O autor traz nesta obra um olhar diferente sobre o papel fundamental da atenção para o sucesso. Não importa o que você busca, o importante é prestar atenção, focar, não se distrair o tempo todo, fazer escolhas certas, se concentrar, acreditar que ter foco funciona, agir focado. Ufa, parece muita coisa, mas quem disse que ter sucesso, ter realização é fácil?

O livro mostra como unir o foco interno, o foco externo e o foco no outro para aproveitar o máximo a capacidade de atenção. O autor se baseou em pesquisas, em estudos e em vasto conhecimento para explicar como o cérebro das pessoas funciona e talvez você se reconheça em alguma situação.

De leitura fácil, que pode ser utilizado em qualquer situação da vida do leitor, essa obra pode ser interpretada como uma forma de crescer em conhecimento de si mesmo e assim poder melhorar o desempenho onde avaliar necessário. Foco, atenção, conquista, sucesso.

Foco, de Daniel Goleman - 296 páginas

* Fabrícia de Pelegrini

Com a tag | Deixar um comentário

Cores

Semana48

Com a tag | Deixar um comentário

Prêmio Artesp: Anjo é ouro no thinner

O Thinner Anjo foi premiado como Ouro pela Artesp (Associação dos Revendedores de Tintas do Estado de São Paulo), com isso sendo reconhecido como o Melhor Thinner Automotivo.

Outro reconhecimento para a empresa foi a premiação do Gerente Regional São Paulo Capital – Marcel Marchesine de Oliveira, premiado como Destaque e Reconhecimento no Setor Tinteiro.

Diretor Executivo Revenda, André Sorensen, recebendo o Prêmio Artesp - Thinner Anjo é Ouro

Diretor Executivo Revenda, André Sorensen, recebendo o Prêmio Artesp – Thinner Anjo é Ouro

Gerente Regional São Paulo capital recebendo o Prêmio Destaque e Reconhecimento no setor Tinteiro

Gerente Regional São Paulo capital recebendo o Prêmio Destaque e Reconhecimento no setor Tinteiro

Com a tag | Deixar um comentário

Anjo é premiada como Top Ten Fornecedor pela ABFlexo

Diretor Executivo da Impressão recebendo o Prêmio Top Ten Fornecedor da ABFlexo

Diretor Executivo da Impressão recebendo o Prêmio Top Ten Fornecedor da ABFlexo

A Anjo Tintas, como fornecedora de tintas e solventes para as indústrias de flexografia que são convertedora de embalagens, foi premiada com o prêmio Top Ten Fornecedor durante evento realizado pela ABFlexo (Associação Brasileira Técnica de Flexografia).

Esse reconhecimento é muito importante para a empresa, pois foi considerada como uma das 10 principais fornecedoras do Brasil para este setor.

Com a tag , | Deixar um comentário

Camisa do Vasco

vasco* Mhanoel Mendes

Eu tinha oito anos quando ocorreu este fato. Era um tempo de liberdade, pureza, alegria verdadeira e espontaneidade. Foi tão marcante que o desdobramento com sua ressignificação só ocorreu há pouco tempo, a beira dos 50 anos.

Naquela época, sabia direitinho quando o Natal estava chegando, pois percebia a festa que as cigarras faziam anunciando aquele dia tão importante. Importante por diversos motivos: Natal, sem comentários, e por ser também meu aniversário.

Naquele ano estava fixo na ideia de pedir como presente uma camisa do Vasco da Gama. Provavelmente influenciado pelo meu avô Joaquim e pelo meu pai Martinho. Assim fiz.

Qual não foi minha surpresa quando no dia 25 de dezembro ganhei uma camiseta totalmente branca com uma serigrafia da logomarca do clube cruzmaltino em uma cor, a preta, no lado esquerdo do peito. Nas costas, o número 10 pintado de próprio punho pelo meu pai.

Na verdade a palavra não foi “surpresa”, mas decepção. Esperava uma camiseta oficial, como as que via nos jogos da televisão nos domingos à tarde. A camiseta durou muito, pois pouco usei, embora jamais relatasse esse episódio para meus progenitores.

Há pouco tempo, em uma dessas conversas em família, arrumei coragem e falei do fato para papai e mamãe. Ressignificado, disse que se fosse hoje, colocaria a camiseta em um quadro, não por causa do Vasco, pois hoje meu time é o Universo, mas pela obra do papai. Rimos da situação.

No Natal retrasado, não deu outra: papai e mamãe resgatam mais de 40 anos ao me presentear com uma camisa oficial do Vasco da Gama, mandada comprar direto da loja do clube no Rio de Janeiro pela mana Dorinha. E era também número 10, a do Roberto Dinamite.

Quando peguei o pacote já sabia do que se tratava. Fiquei emocionado e, na mesma hora, a vesti e assim passei o dia. Eu não cabia dentro de mim; não sei se pelo resgate, pelo presente que o menino esperava desde sempre. Não sei se pelo carinho e cuidado dos meus pais. Não sei se pela surpresa, mas receber aquela camisa do Vasco, mesmo que hoje eu não use nada de clube e nem de propaganda, foi um momento especial do Mhanoel adulto e cinquentão que acolheu o “Éu” menino, criança ainda.

No último domingo, enfim, depois de quase dois anos, arrumo forças para enfrentar o meu medo e vou caminhando seis quilômetros até a casa dos meus pais com a camiseta do Vasco. Sim, se o menino teria orgulho, o adulto tinha vergonha. “O que os outros vão dizer”?, pensava. “O Mhanoel com a camiseta do Vasco da Gama do Rio de Janeiro”? “Por que ele não usa a do Criciúma?”.

Quando percebi que estava preso a uma ideia egóicas do presente, relaxei, soltei. Orgulhosamente vesti a camiseta número 10 e fui caminhando, não somente como Mhanoel, mas também como “Éu”, meu apelido de infância. Na pista de caminhada da prefeitura de Criciúma encontro um velho conhecido que não via há tempo. E ele me interpela:

- “É o Maneca”?

- Sim, respondi. É o Maneca, o Mhanoel e o Éu.

E saí caminhando orgulhosamente de peito aberto, como, provavelmente, teria feito há 42 anos.

* Jornalista, jardineiro, psicólogo, escritor e peregrino – www.oikos.org.br

Com a tag | 2 comentários

A ousadia do amarelo na fachada

A cor amarela, nas fotos abaixo, dá vida para as casas e para a rua. Este tom vivo combinou com o estilo das residências que são de épocas passadas, deixando uma marca da história ainda viva. Pintar a casa de amarelo pode ser uma opção para quem quer ousar e inovar, para quem quer sair do tradicional. O azul e o branco foram combinações perfeitas nestes casos, combinando com um belo dia de sol.

xdia3_10xdia1_7xdia3_3

Com a tag , , , | Deixar um comentário

Cores da Natureza

Semana47

Com a tag | Deixar um comentário

O que é um Remédio?

artigo198* Beto Colombo

Querido leitor, que você esteja em paz! Hoje vamos refletir sobre remédio. Há anos venho ouvindo e assistindo nos meios de comunicação propagandas de remédios e até dos locais onde são vendidos. “Melhore sua saúde, tome o remédio tal”, ou “Empresa tal, o endereço da sua saúde”. Enfim, exemplos não faltam.

Sempre que ouço as propagandas, logo me vem à mente um pensamento: remédio não é para quem tem saúde, é pra quem está doente. E observando melhor a palavra “doente”, logo percebo que há um “ente” e, aqui, ente é um ser, uma pessoa.

Portanto, indo um pouco mais a fundo, concluo que doente é um ser que não está com saúde. É aqui que entra o remédio. E remédio, é bom lembrar, vem de meio, ou seja, trazer a pessoa doente para o meio, “remediar”.

Quando nos passamos, seja física ou psicologicamente, na grande maioria das vezes vêm os efeitos colaterais e, para muitos, a somatização. Surgem as doenças das mais variadas formas e locais e contar destas, a forma mais usada é a medicação que é uma forma de trazer os doentes para o meio, para a saúde, para a homeostase.

Então você pode se perguntar quem é o médico, a figura do terapeuta que vem do grego, que é aquele que cura, aquele que sara. Médico é quem deveria fazer a mediação – ou medicação – entre o ser “do-ente” e o ser saudável. Embora existam também as pessoas que são doentes por remédios e até aqueles que se auto-remediam. Médico é aquela pessoa que nas culturas eram conhecidos por magos, xamãs, bruxos, curandeiros, benzedores, enfim, eram pessoas que buscavam, cada um do seu jeito, trazer as pessoas para o caminho do meio.

É corrente que a ciência tem contribuído sobremaneira para o avanço da cura das doenças por intermédio dos remédios. Mas a Unesco, em 1987, alertou: “A ciência não pode mais assistir passivamente as implicações irresponsáveis das suas descobertas. Chegou o momento complementar da união entre ciência, cultura, arte e tradições espirituais da humanidade”.

Homem santo, mulher santa não significa outra coisa se não um homem são, uma mulher sã; um homem e uma mulher com saúde, saudável. Estes seres humanos santos são entes livres de mazelas, sejam elas físicas, psíquicas ou espirituais. Aqui o remédio, para algumas dessas pessoas, pode estar em algo que tem a ver com a sua história de vida e que fora deixado para trás, “que está em falta” para voltar a ter harmonia.

O que boa parte das pessoas quer se não uma vida vivida no meio, sem a necessidade de algo que as leve de volta, um remédio? Na dúvida, o ditado popular pode ser uma boa receita: “É melhor prevenir do que remediar”. Bom dia aos sãos, às santas e saúde aqueles que ainda não são sãos e santas. É assim como o mundo me parece hoje. E você, como tem se medicado?

Empresário, Especialista em Filosofia Clínica, Presidente do Conselho da Anjo Tintas.

Com a tag | Deixar um comentário

Azul céu: uma cor que transmite tranquilidade

O AZUL CÉU é uma cor de linha das tintas acrílicas Anjo. Ela pode ser encontradas nas versões Tinta Acrílica Arquitetura Standard e Tinta Acrílica Vidalar Econômica.

Uma cor que transmite tranquilidade, que significa harmonia e serenidade, pode combinar com ambientes internos. Por ser a cor dos meninos, muitas vezes é utilizada em quartos de bebês, mas na sala e home office também seria uma ótima opção.

Um ambiente azul pode também tranquilizar, ajuda a controlar o stress e a ansiedade, sem contar que é uma cor linda.

xdia2_10xdia13_1As cores das fotos podem apresentar ligeiras alterações de tom em relação ao acabamento final.

Com a tag , | Deixar um comentário

Dica de cor: LILÁS

Indicada para pintura de ambientes internos, a Tinta Acrílica Econômica Vidalar da Anjo conta com a cor LILÁS na versão fosca. Essa cor pode ser usada em vários ambientes, ela simboliza o respeito, a sinceridade, a espiritualidade. E para as mamães que não querem pintar de rosa o quarto de suas bebês podem escolher esta cor e deixá-lo encantador.

lilas1

Com a tag , | Deixar um comentário

Lead time: Clientes agora têm informações sobre prazo de entrega

Os clientes da Anjo agora têm disponível a informação de lead time (prazo de entrega) no site da empresa. Esta informação é o tempo médio de entrega (em dias úteis) da data do faturamento até a cidade de destino e as informações podem ser consultadas partindo de qualquer unidade que fatura pedidos, ou seja, da matriz e das filiais de SP, GO e PE.

A partir do dia 10/11 um flyer será enviado juntamente com todas as notas fiscais da empresa, comunicando os clientes destas informações, além de alguns procedimentos para abertura de ocorrências no SAC.

Clique aqui e veja como funciona a consulta no site da Anjo.

Com a tag , | Deixar um comentário

Cores

Semana46

Com a tag | Deixar um comentário

Desenhos divertidos nas ruas

O artista David Zinn trabalha com giz, carvão vegetal e objetos encontrados nas ruas para desenhar e dar mais alegria às ruas. Seus trabalhos são feitos em Ann Arbor, Michigan, como telas ao ar livre. Seus desenhos parecem ilustrações de livros infantis e apesar de ser uma arte temporária, leva diversão para muros, buracos, rachaduras, entre outros locais. Divirta-se vendo alguns de seus desenhos.

d5d8d6d1d11d4d10Mais imagens no site do artista David Zinn, vale a pena dar uma espiada.

Com a tag | Deixar um comentário

Antes de Partir

antes* Mhanoel Mendes

Todos nós vamos morrer. Você, eu, nossos filhos, parentes e amigos. Haverá um dia, não se sabe quando, que já não estaremos mais neste plano. Alguns mais jovens em idade, outros nem tanto, mas todos indistintamente de credo, conta bancária, nacionalidade ou cor, todos nós passaremos.

E foi justamente focada neste tema que a enfermeira australiana, Bronnie Ware, debruçou-se em uma importante pesquisa envolvendo pacientes terminais, exatamente nos últimos três meses de vida. Toda esta experiência resultou em um livro cujo título, em inglês, é The Top Five Regrets of the Dying. Em português, talvez pudesse ser traduzido como Os cinco Arrependimentos Daqueles que Estão Para Morrer.

O primeiro arrependimento, não em ordem de importância: “Gostaria de ter tido a coragem de viver uma vida fiel a mim mesmo, e não a vida que os outros esperavam de mim”. Muitos de nós, desde cedo, acabamos vivendo um papel escrito a partir das expectativas que os outros têm da gente e sequer temos a coragem de decepcionar alguém. Talvez no dizer do Confúcio: “Vá onde está o seu coração”, o seu arrepio.

O segundo arrependimento é bem claro quando os entrevistados dizem que “gostaria de não ter trabalhado tanto”. O trabalho é a nossa interação com o mundo, com as pessoas. Trabalhar é digno. Mas parece que muitos de nós perdemos a noção do razoável e passamos a viver para trabalhar, não trabalhar para viver. O que, muitas vezes, geramos para nos dar o conforto, nos faz escravos. Se diminuir um pouco o ritmo, tudo vai acontecer da mesma forma e você ainda muito mais leve.

O terceiro arrependimento é bem simples: “Queria ter tido a coragem de expressar meus sentimentos”. Expressar-se, posicionar-se, dar limites ao outro. Eis uma ação tão fácil de falar e tão difícil de ocorrer. Vivemos uma geração em que muitos querem passar uma imagem de alegre, de feliz. Mas, como sabemos, ninguém é uma linha reta. Confundimos alegria versus tristeza com a felicidade.

No penúltimo arrependimento, o foco é a relação. Diz: “Gostaria de ter mantido contato com meus amigos”. Quando falamos do “eu”, sabemos que praticamente ela não existe quando se trata de humanidade, existe sim o “nós”. Com amizade, com carinho e respeito, tudo é muito mais leve e alegre. Ali, à beira da passagem, parece que vem a hora da verdade e todos sentimos a falta de amigos; e isso vale pra quem vai e para os parentes que ficam que vão ser consolados, justamente pelos amigos.

No quinto e último arrependimento, uma ideia que perpassa todas as outras: “Gostaria de ter sido mais feliz”. Sua Santidade o Dalai Lama expõe que os mais de 7 bilhões de pessoas têm algo em comum, ou seja, todos querem ser felizes. Então por que no leito de morte assume que queriam ser mais felizes? Será que o nosso padrão, nosso estilo de vida e verdades não estão baseados em uma ilusão?

De qualquer forma, se eu estou escrevendo e você lendo este artigo é porque estamos neste plano tridimensional, estamos respirando. Estamos vivos. E, se por acaso, estamos tendo uma prática incoerente da que acreditamos nos deixar em estado de felicidade verdadeira, ainda há tempo. Podemos, a partir de agora, nos transformamos e irmos em direção da verdadeira felicidade. Só assim não teríamos nenhum arrependimento quando fôssemos perguntado antes de partir.

* Jornalista, agricultor, psicólogo, jardineiro, escritor e peregrino – www.oikos.org.br

Com a tag | 1 comentário

SAC da Anjo Tintas conta com WhatsApp para facilitar o atendimento aos consumidores finais

whatsapp3O SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor – da Anjo Tintas conta agora com mais um canal de comunicação, o WhatsApp.

A empresa decidiu aderir a mais esta forma de se comunicar devido a sua característica inovadora e aos benefícios que poderá proporcionar, pois esta ferramenta vai facilitar o esclarecimento de dúvidas de usuários dos produtos e dos clientes, disseminar a marca e agilizar o atendimento ao consumidor.

O WhatsApp estará em fase experimental e como é algo totalmente novo em um atendimento de SAC, passará por avaliação se seu uso trará benefícios a quem usa Anjo.

Lembrando que esta ferramenta será focada em esclarecimento de dúvidas e recebimento de fotos referente aos atendimentos realizados. As reclamações devem ser feitas conforme procedimento da empresa que é via e-mail ou pelo telefone 0800 48 7777 para que fiquem registradas.

Anote o número do WhattsApp, compartilhe e utilize quando achar necessário:
(48) 9931-1109

Com a tag , , , | Deixar um comentário

Cores

Semana45

Com a tag | Deixar um comentário

Resistir Sempre

artigo267* Beto Colombo

Querido leitor, que você esteja bem. Hoje nosso tema vai ser sobre “resistir, resistir, sempre!” Trago ais duas pérolas da poesia, inicialmente Martin Niemoller e depois o dramaturgo Bertold Brecht.

Considerado símbolo da resistência aos nazistas, Martin Niemoller escreveu: “Um dia, vieram e levaram meu vizinho que era judeu; como eu não era judeu não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho, que era comunista; como eu não era comunista, não me incomodei. No terceiro dia, vieram e levaram meu vizinho católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar”.

Já Bertoldo Brecht, com sua escrita aguçada e palavras certeiras, nos faz refletir sobre esse mesmo tema. Diz ele: “Primeiro levaram os negros, mas não me importei com isso, eu não era negro. Em seguida levaram alguns operários, mas não me importei com isso, eu também não era operário. Depois prenderam os miseráveis, mas não me importei com isso porque eu não sou miserável. Depois agarraram os desempregados, mas como tenho meu emprego, também não me importei. Agora estão me levando, mas já é tarde. Como eu não me importei com ninguém, ninguém se importa comigo”.

Poemas são assim, é uma forma diferente de a arte mostrar o nosso cotidiano. Pode ser um sinal que o universo nos manda para que tenhamos olhos para ver, ouvidos para ouvir e mãos para agir. É assim como o mundo me parece hoje. E você, o que pensa sobre isso?

Empresário, Especialista em Filosofia Clínica, Presidente do Conselho da Anjo Tintas.

Com a tag | Deixar um comentário

A ilusão das pinturas 3D de Nikolaj Arndt

O artista russo Nikolaj Arndt faz um trabalho incrível e impressionante de pinturas 3D. Essa arte que ele é especialista cria ilusões, engana quem está vendo, colocando uma realidade que não existe. Impressiona o impacto que suas pinturas realistas proporcionam. Nikolaj pinta nas ruas e em ambientes fechados, qualquer lugar para ele parece ser o local ideal, dando vida, proporcionando a impressão de que a qualquer momento o que foi pintado irá sair do lugar.  Veja as fotos e entenda o que estamos tentando dizer.

a3db3dc3dd3de3df3dg3dh3d1Fonte: Site Nikolaj Arndt

Com a tag | Deixar um comentário

Branco predomina e ilumina o ambiente

Paredes, teto, escada, sofás, cadeiras, tudo branco, muito branco neste ambiente aberto e iluminado. Esta predominância da cor branca está linda e em equilíbrio com as decoração dando cor e vida e a iluminação do teto tornando o local convidativo.

ambiente1ambiente2

Com a tag , | Deixar um comentário