Caminhar é Preciso…

IMG_0938* Mhanoel Mendes

Acabei de chegar de mais uma caminhada. A dorzinha nas pernas ainda me acompanha. As bolhas, na verdade, cinco, das quais uma no calcanhar, lembram-me diariamente desta aventura. Enfim, parei a caminhada há alguns dias, mas a jornada ainda está em mim. Que bom!

Desta vez percorri durante nove dias, junto com minha companheira De Wotmeyer e as amigas Rosineri Tibúrcio, de Jaguaruna, Iara Dreckmann, de Floripa, e Gisele Crescêncio, de Içara, os 200 quilômetros do Caminho Circuito do Vale Europeu, na região de Blumenau, em Santa Catarina. Saímos de Indaial, passamos por Timbó, Pomerode, Rio dos Cedros, Benedito Novo (Alto), Dr. Pedrinho, Benedito Novo (Zinco), Rodeio, Ascurra e chegando novamente em Indaial. Sim, saímos de Indaial e chegamos a Indaial, pois, nesta existência, parece que a gente nunca volta, só vai. Nesta de ir, a gente vive chegando, sempre chegando nos lugares…

Foi uma caminhada marcante, com grandes e intermináveis morros. Nela,  pegamos sol forte e chuva torrencial que nos acompanhou durante um domingo inteiro. Nos cansamos, passamos  sede, tivemos vontade de desistir, nos perguntamos  ‘’o que eu estou fazendo aqui?”. Mas, se me perguntassem, faria tudo de novo.

“Tu vais tirar 10 dias de férias e caminhar, passar trabalho?”- perguntaram alguns amigos. “Sim” – respondia. O caminho imita a vida, há bolhas e há flores, a chave, talvez, seja não se fixar em nenhuma delas; saber que elas existem e fazem parte da jornada. Não se alegrar com as flores e não se entristecer com as bolhas, simplesmente acolhê-las e, se conseguir, curti-las.

Caminhando eu me sinto livre, conheço pessoas, lugares, enfrento as adversidades e me encontro a mim mesmo. Se você nunca caminhou um tempo assim, entendo que me chame de louco. Mas penso que você deveria, pelo menos uma vez nesta existência, afivelar a mochila nas costas e sair por aí por este mundo de infinitas possibilidades.

Quando a gente faz isso, afivela uma mochila nas costas, a sensibilidade fica mais aguçada. A gente sente o cheiro do mato, o adocicado que vem das flores, ouve o cantar dos pássaros, a orquestra de bugio, vê as formiguinhas se atravessarem a sua frente, obrigando a aumentar a passada. Caminhando, a gente se reconecta com o nosso nômade e passamos a acolher com mais amorosidade o sedentário que nos tornamos. Quando caminho realmente entende o que estamos fazendo neste cotidiano tão ilusório e consigo encontrar energias para enfrentar o cotidiano com mais sobriedade.

Você não imagina o que é caminhar 20, 25 e até 30 quilômetros em um dia todo em baixo de sol ou de chuva, com bolhas nos pés, e chegar a pousada no meio da tarde. Lavar a roupa, tomar um banho gostoso e tirar aquela sesta de uma hora. Depois acordar, reconhecer o local onde está, interagir com as pessoas nativas e trocar experiências com os demais peregrinos. Jantar e depois dormir, pois no outro dia, às 7 horas, inicia mais uma jornada. Falar disso, pra mim, é falar de vida plena.

Pra mim, por ora, parafraseando Fernando Pessoa, “caminhar é preciso, mas viver não é preciso”. Por isso, cada um tem a sua bússola, o seu jeito de se encantar, se arrepiar e viver. Este é o meu. Qual é o seu?

 * Jornalista, escritor, psicólogo, peregrino – www.oikos.org.br

Com a tag | 1 comentário

Efeito mármore com Massa Acrílica Anjo

A Massa Acrílica Anjo foi o produto escolhido por Alexander Cechinel para fazer o efeito mármore e efeito granito em casas, apartamentos, estabelecimentos comerciais, entre outros ambientes, para tornar o ambiente diferenciado e mais bonito.

A empresa Cechinel Reformas e Pinturas é especialista neste efeito há 15 anos e seu proprietário aprendeu a técnica na Itália. “O efeito mármore e o efeito granito podem ser usados interna e externamente”, comenta o proprietário Alexander Cechinel.  É um diferencial que dá beleza, charme, requinte, maior proteção e durabilidade ao ambiente onde é utilizado. “Geralmente é usado nos detalhes como por exemplo uma parede, um pilar e é muito procurado por arquitetos e decoradores que apresentam a seus clientes este diferencial”, ressalta.

Para fazer este trabalho, Cechinel pigmenta a Massa Corrida ficando na cor que o cliente desejar.

efeito1efeito5efeito4efeito3efeito2

Cechinel Reformas e Pinturas
cechinel.reformas.pinturas@gmail.com
(48) 9694-7252

www.facebook.com/cechinelreformaspinturas

Com a tag , | 7 comentários

Inspiração com o azul nos ambientes

Muitas pessoas gostam do azul e querem levar esta cor para suas casas ou apartamentos. O azul, com suas várias tonalidades e com as várias sensações que pode transmitir,  é uma cor que encanta.

Seus tons claros ou escuros tem a capacidade de transformar os ambientes, é uma questão de preferência e intencionalidade. Esta cor transmite paz, calma e conforto, além de um clima de inovação e uma lembrança da natureza.

Escolha tons mais claros para os ambientes que pedem um clima mais tranquilo e abuse dos fortes para destacar o ambiente ou para um clima mais alegre. Inspire-se nestas fotos.

a1a21180 Woman's Day WD1511-MAKEO (Jan 2012)a4Grade Revista 15.qxda6a7Fotos: 1, 2 e 3, 4, 5, 6, 7

Com a tag , | Deixar um comentário

Cores

anjotintas_a5

Com a tag | Deixar um comentário

Sai da Gente e Volta pra Gente

Lixo* Mhanoel Mendes

Já não dá mais pra esconder. O que antes era patrimônio de alguns estudiosos, cientistas e curiosos, hoje já é conhecido por boa parte dos seres humanos que habitam este planeta: este modo de vida que estamos vivendo está ficando cada vez mais insuportável e necessitamos, como humanidade, revê-lo urgentemente. Se não fizermos isso, corremos o sério risco de não termos mais  condições de viver aqui na terra.

De passagem, vai uma pergunta: será que é por isso que algumas nações querem explorar outros planetas?

Bem, voltemos ao parágrafo inicial, onde citei textualmente “modo de vida”. Aqui, refiro-me ao consumismo, a falta de ética, a fragmentação e ao lucro pelo lucro.

Quando falo consumismo, quero lembrar que a palavra é a união de “sumir” + “com”. Sim, sumir com as árvores, os rios, as pessoas e o planeta. Por quê? A resposta talvez seja simples: de onde vem toda a matéria-prima para fabricação, construção e movimentação da economia? Obviamente vem da mãe terra, que está agonizando. Estudos divulgados recentemente por WWF, dos Estados Unidos, avisam que se a humanidade não questionar seu ímpeto de compra e de consumismo, em breve seriam necessários dois planetas Terra para a demanda. Talvez esteja aqui a resposta àquela minha pergunta do segundo parágrafo.

Em relação a falta de ética, fragmentação e ao lucro pelo lucro, tudo são pontos que poderíamos aqui discorrer tratados e mais tratados, mas se o paradigma não for transformado, não teremos como ir adiante. Mais: não teremos como continuar com nossa aventura, como humanidade, neste planeta. Até porque as árvores, rios e planeta, vivem sem o homem, já o homem não vive sem eles.

Vou me ater a um exemplo que está sendo emblemático. Pra mim, está na cara, mas a maioria das pessoas não quer enxergar. Se não vejamos: um dos roteiros mais desejados pelo turismo brasileiro e latino-americano, no Brasil, é o estado de Santa Catarina, especificamente a capital.

Mas Florianópolis também está sendo denunciada pela sua balneabilidade, ou seja, a quantidade de coliformes fecais despejados nos arroios, rios e até o mar. Como se não bastasse isso, algumas direções de hotéis, empresas e até ligações residenciais despejam seus dejetos fecais direto no esgoto pluvial, cujo nome já diz, água da chuva. Por isso tem aquele cheiro de  “boca de lobo”.

Não consigo entender como o homem tão inteligente consegue dar um tiro no pé. Nos atemos agora ao hotel, mas isso se aplica às empresas e às residências também. Ao invés de fazer todo o tratamento correto, ético, dos efluentes, não. Os despeja nos rios, lagos, arroios e até no esgoto de água pluvial. Resultado? O mar, objetivo maior do seu negócio no verão, fica poluído e o seu negócio inviabilizado. É matar a galinha dos ovos de ouro.

Nesta de querer levar vantagem, os metidos a malandro acabam se prejudicando e prejudicando os demais e, por consequência, o planeta. Até quando o homem vai insistir em não aprender uma das leis da natureza que tudo que sai da gente volta pra gente?

 * Jornalista, escritor, psicólogo, peregrino – www.oikos.org.br

Com a tag | 2 comentários

Pedras que demonstram sentimentos

A cidade de Olso, na Noruega, tem um parque fantástico com mais de 200 esculturas do artista Gustav Vigeland. São figuras humanas representadas que o artista conseguiu demonstrar sentimentos em expressões e posturas esculpidas. É tudo em pedra, bronze e ferro fundido em tamanho natural. Foram cerca de 20 anos dedicados por Vigeland a este projeto, trabalhando para representar as emoções, as relações entre as pessoas, o ciclo da vida e os sentimentos humanos.

escultura1escultura2escultura3escultura4escultura5escultura6escultura7escultura8Fotos e fonte: Blog Ligia Fascioni

Com a tag | Deixar um comentário

Cores da Natureza

anjotintas_a4

Com a tag | Deixar um comentário

Dica: Como limpar paredes pintadas?

dicas1AnjoTintas

Com a tag | Deixar um comentário

Livro Admirável Mundo Novo: uma sociedade feliz?

imagem

* Fabrícia de Pelegrini

Admirável Mundo Novo é um livro que mostra uma sociedade criada para ser feliz. As pessoas são concebidas em laboratório, são pré-condicionadas biologicamente e condicionadas psicologicamente para viverem em harmonia. Não existe conceito de família e fé, não existem valores morais, cada um está no lugar certo, ninguém deve ficar sozinho e quando algum sentimento diferente de bem-estar surge, todos devem usar uma droga que não tem efeitos colaterais.

O pensamento de cada pessoa foi condicionado desde o nascimento, se é que se pode chamar assim. Todos foram gerados em laboratórios e o desenvolvimento de cada um foi conduzido de forma a ser o que a sociedade determina. Se alguém tiver alguma atitude fora do padrão, ser um pouco rebelde, é enviado para uma ilha para continuar seus dias. E a morte? É normal, faz parte da rotina.

Não há doenças, não tem envelhecimento e não tem sofrimento. Só que ninguém pensa ou sente por si, foi tudo programado, tudo em nome da felicidade. Já imaginou um mundo assim? Sem tristeza e sem paixão. Sem desafios e sem conquistas. Tudo programado… Você sabe exatamente o que vai ser, o que vai fazer, tudo muito equilibrado.

Mas claro que existem lugares neste mundo povoado por selvagens, pessoas totalmente diferentes desta sociedade construída e é de lá que John sai para se integrar a sociedade. Só que ele não consegue se adaptar em nenhum dos dois mundos. Você consegue imaginar o fim desta história?

O que impressiona é que este livro foi escrito em 1932 por Aldous Huxley, com certeza um homem bem a frente de seu tempo. Para quem gosta de uma história diferente, eu recomendo esta. É um livro para refletir em que mundo estamos vivendo.

* Jornalista

Com a tag | Deixar um comentário

Inspiração para quartos de meninos

Está buscando ideias para fazer o quarto do seu filho? Inspire-se nestas fotos e a use e abuse das cores nas paredes. Depois finalize os detalhes com alguns adesivos, com a decoração e os brinquedos. Peça ajuda para o seu garoto na hora de fazer as escolhas, assim o quarto irá representar um pouco da personalidade dele.

1quartomenino_anjotintas11quartomenino_anjotintas21quartomenino_anjotintas31quartomenino_anjotintas51quartomenino_anjotintas4

Com a tag , | Deixar um comentário

Cores da Natureza

anjotintas_a3

Com a tag | Deixar um comentário

Combinação perfeita entre o cinza e o branco

Em estilo contemporâneo, esta sala está linda. Predominando o cinza e o branco está tudo em equilíbrio e harmônico. A simplicidade e o aspecto clean se destacam e a sala fica convidativa. Os detalhes em vermelho sobressaem, dando um toque de vida a este espaço.

anjotintas_cinzaa1anjotintas_cinzaa2anjotintas_cinzaa3

Com a tag , | Deixar um comentário

Definição

DSC_9195* Mhanoel Mendes

Não sei você, mas eu passei boa parte do meu tempo de criança e juventude atrás de conceitos, de definições. Queria saber de tudo. Do que á feito a matéria, como surgiu o universo, de onde viemos, pra onde vamos, enfim, qualquer objeto, pensamento ou fato virava um grande tema, uma gostosa discussão.

Trinithy, no filme Matrix, falou ao Neo: ”Tua curiosidade te trouxe até aqui”. Por isso, antes de dar prosseguimento a este meu artigo, quero deixar claro que vejo amazônica diferença entre curiosidade e definição.

A curiosidade, por ora, é a mola propulsora do conhecimento, do avanço social, da criatividade e das invenções. Até aí, tudo bem. O curioso é um sujeito em extinção. Mas muito necessário na sociedade. Sem o curioso estaríamos perdidos.

Agora passemos à definição. Você pode falar tudo sobre uma pessoa, cor dos olhos, altura, filiação, onde mora, enfim, mas enquanto não definir qual a sua profissão, parece que, para muitos, não define quem é o outro; como se meu trabalho definisse quem eu sou.

De acordo com o dicionário Aurélio, a definição de “definição” é “Explicação clara e breve. Decisão em matéria duvidosa. Exposição dos diversos lados pelos quais se pode encarar um assunto”. Observe que o conceito é aberto, faz um comentário sobre definição, mas não fecha assumindo um caráter hermético.

Pra mim, por ora, quem se define, se limita. Define-se, literalmente dá um fim, fecha.

Parece que nossa mente interessada e curiosa da infância dá lugar a uma outra mente que não quer se esforçar muito, por isso, vive buscando fórmulas mágicas, definições para encarar a vida. Esquece que para cada situação é uma forma de agir, de pensar, de ser.

É isso, ao nos definirmos, nos limitamos.

Tenho encontrado em minha jornada muitas pessoas que querem logo uma definição minha de profissão, de postura política, de religião. Enquanto não digo “sou isso”, elas parecem que não me reconhecem; aguardam ansiosamente pela resposta fechada e parcial.

Faz muito sentido pra mim tudo isso hoje. Não consigo nem me definir como profissional, pois tenho habilidade para fazer algumas atividades sem me fechar em uma específica. Quando me defino, sou jornalista, pronto! Já não há mais espaço para o poeta, o escritor, o jardineiro, o músico…

Eu posso continuar com minha curiosidade, em busca até de definições presentes, momentâneas das coisas. Pra mim, o que não é aconselhável fazer é se fixar nesta definição e tomá-la como verdade única e imutável.

* Jornalista, escritor, psicólogo, adora trabalhar na terra e peregrino – www.oikos.org.br

 

 

Com a tag | Deixar um comentário

Cores da Natureza

anjotintas_a1

Com a tag | 2 comentários

Feliz 2016

anjotintas_felizanonovo

Com a tag | Deixar um comentário

Cores

anjotintas53

Com a tag | Deixar um comentário

Feliz Natal

anjotintas_feliznatal

Com a tag | Deixar um comentário

Cores

anjotintas52

Com a tag | Deixar um comentário

Instituto Neo Mama recebe cheque da Campanha Pinte com as Cores da Prevenção

O Instituto Neo Mama, de Santos (SP), recebeu o cheque da Campanha Pinte com as Cores da Prevenção das mãos do Gerente Comercial de São Paulo Capital, Marcel Marchesine de Oliveira. A instituição foi a mais votada (58,80%) entre as oito que estavam concorrendo.

Para a presidente Gilze Francisco essa campanha é compatível com empresas que sabem a diferença de marketing social e responsabilidade social. “O terceiro setor hoje é um dos principais responsáveis pelo suporte oferecido a doentes, principalmente casos oncológicos, por isso a importância de uma campanha neste formato, onde uma empresa apoia de forma coerente a instituição”, ressalta. Ela acrescenta que um campanha assim é democrática porque envolve pessoas ligadas a causa, mobiliza interessados e projeta o nome da instituição e da empresa.

anjotintas_neomama1

anjotintas_neomama2anjotintas_neomama3

 

Com a tag | Deixar um comentário

Sala de Atos do Mercado Público de Florianópolis foi pintada com tintas Anjo

A Sala de Atos no Mercado Público de Florianópolis (SC), projeto da MarchettiBonetti+ Arquitetos, contou com a Tinta Acrílica Premium Anjo Total para sua pintura. Este espaço é um ponto de apoio para a Prefeitura do município para atividades do Prefeito e Vereadores. Também será utilizado por alunos que visitarão o espaço para assistir a um vídeo.

As cores escolhidas pelos arquitetos foram o Cítrico, uma cor amarela usada nos painéis e o Bambu, um verde aplicado nos totens e paredes. As duas cores fazem parte do Sistema Aquarelas da marca.

atos_anjotintas1

Os arquitetos da MarchettiBonetti+ Arquitetos que idealizaram o projeto foram Taís Marchetti Bonetti, Giovani Bonetti, Francine Cardoso e Rudiana Dagostim Damazio.

Além da Anjo Tintas, outras empresas foram parceiras. São elas: Alex Fernandes Cortinas, Dominik Metal Center, Metalúrgica Ocam, Mittisa Móveis e Objetos em Arte, MSB Móveis e Santa Rita Materiais Elétricos.

atos_anjotintas2

atos_anjotintas3

Com a tag , , | Deixar um comentário