Simples Contemplação

* Beto Colombo

Queridos leitores, que vocês estejam bem. Hoje é sexta-feira e estamos na praia. Albany, minha companheira, e eu, saímos caminhando sem destino. Geralmente saímos de nossa casa em direção a praia do Forte, em Florianópolis, onde tem muitas pedras e minha companheira gosta muito daquele cenário. Entre ida e volta o trajeto dá mais ou menos  6 km, pelas nossas contas, de 50 a 60 minutos de caminhada, dependendo de nossa disposição.

Mas nesse dia, nessa sexta-feira em questão, tomamos uma outra direção, fomos para o leste. Resolvemos, no trajeto, que nossa caminhada, nesse dia, será contemplativa. Que surpresa para nós mudarmos de direção! Ali há flores de todos os tipos e das mais variadas cores.  Fotografá-las foi o programa da Albany nesta manhã ensolarada.

Num desses momentos mágicos em que ela fotografa uma espécie de lírio, vem a mente dois versículos da Bíblia, ambos em Lucas. O primeiro 12:27, em que Jesus dizia aos seus discípulos: “Contemplai os lírios do campo, digo-vos que nem Salomão, com toda a sua glória, se vestia como um deles”. O segundo, também em Lucas, agora 12:23, o Mestre dizia: “A vida vale mais que a comida; e o corpo, mais do que a roupa”.

Contemplai os lírios do campo.

A impressão que tínhamos naquele momento nos observando e observando os turistas que passam freneticamente é que estamos todos embriagados, contemplando mais as obras do homem do que a criação de Deus.

Por que será que, às vezes, deixamos de contemplar o que é belo que nos é dado de graça? A lua, a terra, as estrelas, as árvores, os rios, o mar, a flor, a relva, os pássaros, os peixes.

Por que alguns de nós paramos de sentir o perfume das flores, o orvalho da manhã e passamos a dar tanta atenção ao perfume do frasco, a Ferrari vermelha, objeto mais fotografado aqui em Jurerê? E as palavras de Lucas, na Bíblia, continuam em nossa reflexão naquela manhã. “São os homens do mundo que buscam todas essas coisas”.

Talvez a diferença entre algumas pessoas, muitas vezes está em serem pessoas de Deus ou pessoas do mundo. Uma pergunta: você  apenas olha ou consegue ver? Para nós, contemplar as flores e suas cores é emocionante nesta manhã de sexta-feira. E tão simples.

Isso é assim para mim hoje. E você, o que pensa sobre contemplar flores?

* Empresário, Especialista em Filosofia Clínica, Diretor Presidente da Anjowww.betocolombo.com.br

Compartilhar
Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta para Simples Contemplação

  1. Daniel C. Tomazi disse:

    Caro Beto,

    Realmente a obra do homem parece nos chamar tanto a atenção que se torna um exercício a arte de contemplar o belo! E como nos alimenta a alma a contemplação daquilo que Deus criou! Amo observar o vento balançando as árvores, suas folhas teimando em permanecer grudadas à sua fonte de vida e o sol que deixa tudo muito lindo, sobre tudo o sol do outono ou inverno! Creio que nossas doenças diminuiriam com o remédio da contemplação do belo. Como você tantas vezes mencionou nos seus artigos, o que temos de graça não damos o valor necessário! A vida só é vida se bem observada…

    Abraço,
    Daniel Tomazi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *