Por que é importante fazer uma catálise correta?

Quem trabalha em oficina de funilaria e pintura sabe que vários produtos precisam ser catalisados na hora da aplicação. E fazer a catálise correta é fundamental para que o reparo de um carro fique bem feito. Se errar na catálise, o serviço realizado no carro poderá ter problemas indesejados.

Mas o que é catálise? É a ação de misturar dois componentes para que o produto a ser utilizado tenha o desempenho esperado pelo profissional de pintura. É um procedimento de mistura de um primer com o catalisador, por exemplo, ou uma tinta e seu catalisador para pintar um carro. Um depende do outro (componente A + componente B) são produtos conhecidos como bicomponentes em que o catalisador tem o papel de garantir a secagem no final do processo de aplicação.

No caso de uma tinta bicomponente, ao ser aplicada em um automóvel, ela irá funcionar apenas com o uso do catalisador, apresentando características de secagem, formação da película, dar brilho e resistência, entre outras.  E tem mais… Não adianta apenas misturar o catalisador no produto bicomponente, é preciso utilizar na proporção correta conforme orientação do fabricante. Além disso, tem que usar o próprio catalisador indicado para catálise do produto.

A catálise pode ser feita utilizando a régua medidora, com essa régua é possível medir a quantidade correta de cada componente para que a mistura se torne o produto que vai dar certo na hora da utilização. Também é possível fazer a catálise por peso, usando a balança, mas tem que seguir o peso correto conforme a tabela fornecida pelo fabricante.

Se fizer a catálise errada poderão ocorrer vários problemas que são defeitos na película do filme, como secagem insuficiente, baixa resistência química, perda de brilho, murchamento, falta de aderência, filme pode ficar pegajoso, não dá a dureza suficiente. O filme não vai ter as características e o desempenho informado pelo fabricante.

Respeitar a quantidade correta dos dois componentes na hora de fazer a catálise é garantia de sucesso no resultado final do trabalho. Pode demorar uns minutos a mais para fazer a mistura antes de iniciar o processo de repintura automotiva, mas não vale a pena descuidar dessa etapa, porque as consequências podem resultar em um trabalho mal feito. Você vai querer correr esse risco?

Compartilhar
Esta entrada foi publicada em Artigos e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *