Espelho, Espelho Meu!

* Arquiteta Karine Pedrini Ghizzo
* Arquiteta Mariane Prá Gonçalves

É difícil ter alguém que não goste dele, quem passe por ele sem dar aquela rápida olhadela, o protagonista da vez é o espelho, que deixou há muito tempo de ser apenas um item de banheiros e quartos e agora está por toda a casa.

No mundo moderno o espelho não é mais um objeto da vaidade feminina e masculina, mas se tornou uma peça de decoração e muitas vezes uma escapatória para ampliarmos os ambientes e deixar eles ainda mais aconchegantes.

Há diversas formas e maneiras de se utilizar o espelho, e não há restrições para seu uso, ele fica bem em qualquer ambiente da casa. Na cozinha podemos usá-lo em cima da bancada ou nas frentes dos armários.

12Na sala de estar/jantar, podemos colocá-lo em cima do sofá, na mesa de jantar ou em alguma parede estratégica para dar a sensação de amplitude do ambiente.

34E ainda temos a opção de utilizar o espelho em molduras que o torna ainda mais charmoso.

56Outro tipo de moldura que está em alta, é a do estilo provençal, muito usado em lavabo e Hall de Entrada em conjunto com aparadores assim como os espelhos venezianos.

7e8Uma forma bastante usada hoje em dia é o painel com espelho bisotê, que deixa a peça sofisticada e somado ao efeito de luzes fica ainda mais elegante.

910Nos quartos, os espelhos deixaram de ser usados apenas nas portas de guarda-roupas e foram parar como detalhes, que fazem toda diferença, em cabeceiras e criados mudos.

1112Os espelhos fazem parte da produção final do espaço, ou seja, quando está tudo concluído em sua obra: escritório, casa, o ambiente em questão; porém sempre já definido onde será aplicado e com que finalidade. Quando o local já está finalizado, com papel de parede aplicado, se for o caso, ou a pintura já foi finalizada, o seu espelho é instalado.

Mais conteúdo de decoração e arquitetura? www.traco3d.blog.com
Traço 3D
Arquiteta Karine Pedrini Ghizzo – (48) 9904-8445
Arquiteta Mariane Prá Gonçalves – (48) 9974-2751

Fotos: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12

Esta entrada foi publicada em Ambientes, Artigos e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *