Artigo: Valtinho

* Mhanoel Mendes

Você conhece o Valtinho? Provavelmente não;  é sobre ele o meu artigo de hoje. Valtinho é filho do seu Valter e trabalha na oficina que era do pai dele no centro de Criciúma. O negócio do Valtinho é bem movimentado e, para ser atendido, o cliente tem que marcar hora como no INSS.

Ele tem entre 35 e 40 anos, baixinho, andar de Charlie Chaplin, e cavanhaque. Olhos e cabelos pretos. Lembro que quem me apresentou o mecânico Valtinho, lá pelos idos de 1990,  foi o meu cunhado Jair Luiz da Silva. Desde então, o Valtinho é o meu mecânico.

Ele já tentou contratar aprendizes, mas, invariavelmente, eles o deixam na mão, por isso o mecânico trabalha sozinho. Seu pai, o seu Valter, com resquícios de um AVC e aposentado, está sempre rodeando e dando o suporte. Mas, hoje, quem se engraxa é o Valter filho, no caso, o Valtinho.

Conheço alguns profissionais mecânicos “BBB”, ou seja, Bom, Barato e Bacana, mas nenhum melhor que o Valtinho. Ele é incrível, um profissional sério. Não inventa peça, não extrapola no orçamento; nele você pode confiar de olho fechado.

Mas o relato que quero fazer sobre o Valtinho, não é uma propaganda do seu trabalho. Daqui a pouco vai ter tanta gente na sua mecânica que corro o risco de perder o meu BBB.

Quero falar da relação que tenho com ele e da confiança que ele tem em mim. Na semana passada, exatamente na quinta-feira antes das quatro da tarde, tive um problema com meu carro. Ultimamente, esse é o dia mais atarefado da semana pra mim e pra minha companheira, pois temos atividades nos três períodos e necessitamos de dois carros.

Liguei no celular do Valtinho e ele prontamente me atendeu. Ouviu minha queixa e disse que estaria no local em meia hora, chegou em 20 minutos. Encaminhou a solução do problema para a manhã do dia seguinte, enquanto me instruiu até chegar em casa. Pra minha surpresa, ele acabou solucionando o problema antes do anoitecer daquele dia.

Faço esse relato pra você, querido leitor, querida leitora, porque o Valtinho mostrou-se melhor e mais eficaz que as empresas seguradoras que boa parte da minha existência contratava; hoje meu seguro é o Valtinho.

Mas o mais interessante ocorreu às 19 horas quando fui apanhar minha filha Gabriela na escola. Relatei pra ela o ocorrido e, de chofre, ela comentou:

– “Ter crédito é bom, né pai?”

Ao que lhe respondi:

– Sim, Bibi. Crédito, às vezes, é melhor que dinheiro.

Você não conhece o Valtinho, deveria conhecer. Você precisa conhecer o Valtinho.

* Psicólogo e escritor
www.oikos.org.br

Compartilhar
Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

5 respostas para Artigo: Valtinho

  1. Dora Mendes Silva disse:

    Assino embaixo! É a mais pura verdade sobre o Valtinho! Ele é o mecânico mais sério que já conhecemos! Lá em casa, também, só o Valtinho arruma nossos carros. É um cara espetacular, de uma educação e atenção desigual! Valeu Mhano…ótima pauta! Temos que exaltar cada vez mais pessoas com perfil igual ao do Valtinho, que nos dias de hoje, são uma raridade.

  2. Mauro Locks disse:

    Boa noite,
    conheço sim o Valtinho e atesto para os amigos que eu, um fornecedor de auto-peças para ele, o Valtinho é uma pessoa de muita honestidade e de forma simples que trata as pessoas com educação e simplicidade. Fila de INSS mas com atendimento e honestidade que faltam a muitas pessoas do mesmo ramo que o dele.

  3. Daniel C. Tomazi disse:

    Prezado Mhanoel,
    Boas recomendações sobre o Valtinho… Espero não precisar conhecê-lo tão breve, mas havendo uma necessidade vou procurá-lo. Raro é encontrar algum profissional da área dessa estirpe!
    Grande Abraço
    Daniel Tomazi

  4. Beto Colombo disse:

    Vou conhece-lo, afinal quem está indicando tem muito crédito.
    Estamos juntos
    Beto Colombo

  5. ederson couto disse:

    Se conhceço o Valtinho? Sem a menor sombra de dúvida. Lembro que um dia, a uns dois anos atrás, preocupado com a questão de ter que levar um carro a oficina sempre que dava algum problema, falei com Mhanoel sobre a questão. Este prontamente me disse vou te indicar o meu mecânico. Valtinho, disse ele: pode confiar de olhos fechados..Eu tive que rir, onde se acha hoje em dia mhanoel um mecânico que você confia tanto assim? Insistiu, o Valtinho é diferente, confie. Então fui, e constatei que de fato, Mudou minha situação em relação a isso, pois sempre que ia em uma oficina, o orçamento sempre DOBRAVA, se deixasse o carro la e fosse pegar depois. Percebia que se somente se ficasse a tarde inteira ao lado de qualquer mecânico acompanhando, estes faziam o serviço aparentemente real, sem inventar problemas para cobrar mais. Porém com Valtinho é diferente, nele eu pude voltar a confiar em mecânico novamente. Assino e dou fé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *